CENTRO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E PRODUTIVO DOM BOSCO

 

Justificativa

 

Com a diversidade dos grupos familiares e do acelerado processo de transformação pela qual passa a família. Os novos papéis do homem/mulher na sociedade dão ênfase as famílias monoparentais (chefiadas por somente uma pessoa).

Nessas famílias o desempenho do papel de pai/mãe está centrado em uma só pessoa, aumentando a carga de educar, prover, socializar e suprir necessidades afetivas e materiais da família.

A presença da mulher, sendo cada vez mais priorizada em Serviços, Programas e Projetos sociais de geração de renda e inserção profissional, mantendo em pauta a luta pelos direitos igualitários.

Com a abrangência da problemática social apresentada nesta região, ainda que reduzida pela superficialidade das informações, por si só coloca como imprescindível a continuidade do Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo.

Torna-se cada vez mais presente o desenvolvimento da ciência e da tecnologia fundamental para entender o mundo do trabalho, portanto devemos prepará-los da melhor forma possível para que tenham condições de competir como cidadão e profissional: sabendo-se que hoje não basta o conhecimento de técnicas específicas, mas também trabalhar competências, talentos e habilidades pessoais.

Estas ações são fundamentadas na LOAS Artigo Federal 8.742/93, nos artigos abaixo relacionados:
1º LOAS Art 2º - A Assistência Social tem por objetivo a proteção à família e a promoção da integração ao mercado de trabalho.
2º LOAS Art 4º I – A Assistência Social rege-se pelos seguintes princípios: o da supremacia do atendimento as necessidades sociais abrange as exigências da rentabilidade econômica.
3º LOAS Art 4º III – A Assistência Social rege-se pelos seguintes princípios: o do respeito da dignidade do cidadão, a sua autonomia e ao seu direito a benefício e serviços de qualidade, bem como, a conivência familiar e comunitária.
5º LOAS ART. 15º - V – Compete aos municípios prestar serviços assistenciais, entendidos como, as atividades continuadas que visem à melhoria de vida da população.
6º LOAS ART. – 25º - Os projetos de enfrentamento da pobreza compreende a instituição de investimento econômico social nos grupos populares, buscando subsidiar, financeira e tecnicamente, iniciativa que lhes garantam meios, capacidade produtiva e de gestão para melhoria das condições gerais de subsistência, elevação do padrão da qualidade de vida, a preservação do meio ambiente e sua organização social.
8º ECA ART – 68º - O programa social que tenha por base o trabalho educativo, sob responsabilidade de entidade governamental ou não governamental sem fins lucrativos deverá assegurar ao adolescente que dele participe condições de capacitação para o exercício de atividade regular remunerada.

      Inscrições para os cursos só pessoalmente no endereço: Rua Álvaro de Mendonça, 456 - Itaquera - São Paulo - SP - CEP: 08215-290.